sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Férias.


Não imaginam quantas vezes comecei a escrever este texto. Tanta “coisa” para vos dizer... para vos desejar... para partilhar convosco. Sinceramente não sabia como iniciar. Então lembrei-me de colocar os “auscultadores” e ao sabor da música deixar correr os meus dedos pelo teclado do computador que tenho em frente. Os pensamentos “fluíram” e deles “brotou” este bocado de mim para vós...
Queria poder, individualmente, me despedir de vós para vos desejar umas boas férias... um bom descanso. Que tudo possa “correr” à medida do que “pediram” para vós e para os vossos.
Já sabemos que nem tudo vai ser assim porque... não é assim que é natural. Ou seja... lembram-se do conceito de “Yin Yang”. Tudo na vida é complementar. A noite é o complemento do dia... o homem da mulher... o alto e o baixo... o bem do mal. No fundo a dualidade é o princípio geral da vida...
Lao Tsé no seu livro “Tao Te Ching” indica-nos a forma de lidarmos com essa “dualidade” e dela tirarmos proveito :


XXIII O VAZIO ABSOLUTO
Falar pouco é ser natural. É a marca dos que obedecem a espontaneidade de sua natureza. Um violento furacão não pode durar para sempre, como poderá o homem consegui-lo?
Essa é a razão pela qual o homem segue o Caminho. Um homem no caminho adapta-se ao Caminho. Um homem na virtude adapta-se à Virtude. Um homem que perde alguma coisa conforma-se à Perda. Aquele que se conforma com o Caminho é alegremente aceito por ele. Aquele que é virtuoso é aceite pela virtude. Aquele que se conforma com a perda é aceite pela Perda.
Quando não existe bastante fé, há falta da verdadeira Fé.


Aproveitem cada momento... cada manhã... cada dia. Vivam-no com todo o vosso “SER”. Dêem lugar, em cada dia que passa, a um momento de meditação. Podem ser cinco minutos... meia-hora... uma hora. Não importa a quantidade... importa a qualidade...
“Meditação é aventura, a maior aventura que a mente humana pode empreender. Meditação é simplesmente ser, sem fazer nada - nenhuma acção, nenhum pensamento, nenhuma emoção. Você apenas é, e é puro prazer. De onde vem esse profundo prazer, quando você não está fazendo nada? Não vem de lugar nenhum, ou vem de toda parte. Ele é não-motivado, porque a existência é feita de uma matéria chamada alegria.” (in: http://www.cuidardoser.com.br/o-que-e-meditar.htm)
“A meditação nos prepara internamente para manter uma mente de felicidade diante de qualquer obstáculo, até mesmo na doença. Conservar o desejo sempre ardente e valorizar o momento são algumas das dicas que a monja dá às pessoas que almejam incorporar a prática em suas vidas” (monja Kelsang Pelsang, discípula e tradutora para o português dos livros de Geshe Kelsang Gyatso)

Os que já praticam “Chi Kung” e “Tai Chi Chuan”... boas práticas!...
Em Setembro estarei de volta. Até lá... tudo de “bom” para vós!
Do “Vosso”,
António Serra

5 comentários:

Caçadora de Emoções disse...

Querido Mestre,
Tudo de bom também para si...
Boas férias, aproveite cada momento!

Um beijo grande e um sorriso :)

Teresa Conceição disse...

Faço minhas as suas palavras...
APROVEITE todos os momentos com toda a intensidade...
Como Yunmem dizia:
“Quando tiveres de caminhar, caminha
Quando tiveres sentado, permanece sentado.
Aquilo que fizeres fá-lo francamente”

Boas Fériasssss!

Muita Luz
Um grande beijinho
Teresa

Caçadora de Emoções disse...

Só mais uma coisa. Ontem, por mero acaso, vi-o em "Fascínios". Extraordinário, fazer Tai Chi ao ar livre!

:)))

mundo azul disse...

Passei para deixar um beijo!

maria jose vinagre disse...

Obrigada António. Meditar não é fácil, mas vou tentar.
Boas férias também para ti e Bom regresso em Setembro.

Um beijinho grande