quinta-feira, 11 de setembro de 2008

A Libertação do Eu


De entre os vícios que tenho o da leitura ocupa um lugar de destaque. Chego a ter 3 livros que leio simultaneamente. Este trecho com que vos “presenteio” é tirado de um deles. Espero que gostem!...


“Para libertarem a mente de todo o condicionamento, devem ver a sua totalidade sem o pensamento. Não se trata de um enigma; experimentem-no e verão. Alguma vez vêem alguma coisa sem o pensamento? Já alguma vez escutaram, olharam, sem fazerem entrar em cena todo o processo de reacção? Dirão que é impossível ver sem o pensamento; dirão que nenhuma mente pode estar descondicionada. Ao dizerem isto, já se bloquearam a vós mesmos através do pensamento, porque a verdade é que vocês não sabem.
Portanto, poderei olhar, poderá a mente estar consciente do seu condicionamento? Penso que sim. Por favor, experimentem. Conseguem estar conscientes de que são hindus, socialistas, comunistas, isto ou aquilo, estar apenas conscientes sem dizerem que tal é certo ou errado? Como é uma tarefa de tal forma difícil, a tarefa de ver apenas, dizemos que é impossível. Digo-vos que é somente quando vocês estão conscientes desta totalidade do vosso ser, sem que haja qualquer reacção, que o condicionamento desaparece, total e profundamente – o que é verdadeiramente a libertação do eu.”

Autor: Jiddu Krishnamurti
Livro: “A Vida” (página 162)
Editora: Editorial Presença
Biografia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jiddu_Krishnamurti

1 comentário:

Nogs disse...

Muito interessante!

Eu também adoro ler, mas desconhecia este autor.

Obrigada pelo excerto e pela dica;)


Beijooo