sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Bom Senso.

"A harpa afinada e o bom-senso na vida"(Sutra Mahaparinirvana)

Era uma vez um jovem chamado Srona, de delicada saúde, e que nascera numa família rica. Como, seriamente ansiasse obter a iluminação, tornou-se um discípulo do Buda. Com este propósito, dedicou-se e se esforçou tanto que seus pés chegaram a sangrar.O Buda dele se compadeceu e lhe disse: "Srona, meu jovem, você já estudou harpa? Pois então deve saber que a harpa não produz música se suas cordas estiverem muito esticadas ou então frouxas demais. Ela produzirá música somente quando as cordas estiverem correctamente estiradas."
E o Buda continuou: "O treino para a iluminação é exactamente como o ajuste das cordas da harpa. Você não pode alcançar a iluminação se deixar as cordas de sua mente estiradas ou frouxas demais. Deve estar sempre atento e agir sabiamente."
Tirando grande proveito destas palavras, Srona alcançou aquilo que procurava.

2 comentários:

RETIRO do ÉDEN disse...

Boa reflexão, passei a um jovem de 32 anos, (meu filho).
Obga.
Bom fds.
Forte abraço
Mer

Irene Abreu disse...

Não há nada como a filosofia budista para nos mostrar o melhor caminho.
Está lindo o teu blog. Parabéns!
Abraço da tua amiga do oriente.