quarta-feira, 10 de março de 2010

Quem tem bom gosto?


Um mestre oferece um melão a um discípulo.
- Que te parece o melão? - pergunta-lhe. - Tem bom gosto?
- Sim, sim ! Muito bom gosto! - ouve o discípulo.
O mestre faz então outra pergunta:
- O que é que tem bom gosto, o melão ou a língua?
O discípulo reflecte, confunde-se e responde:
- O sabor provém da interdependência, não só do gosto do melão e da língua, mas igualmente da interdependência da...
- Idiota! Tríplice idiota! - atalha o mestre, colérico. - Por que complicas o teu espírito? O melão é bom. Gosto se explica por esse único aspecto. A sensação é boa.
É o suficiente. Os pensamentos pessoais limitam, categorizam e complicam.

1 comentário:

RETIRO do ÉDEN disse...

«Idiota! Tríplice idiota! - atalha o mestre, colérico.» - Por que complicas o teu espírito?
Só acho que um Mestre não se deve encolerizar nem menosprezar o aprendiz desta forma.
Desta vez não concordo com este texto...atendendo que vem dum Mestre!.

"O Mestre neste dia, acordou com os pés de fora!?".
Também tem o seu direito...
Forte Abraço
Mer