sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Simplicidade Original


Quem conhece a força de sua masculinidade e, todavia, mantém sua flexibilidade feminina; quem conhece a força, mas guarda a doçura, assemelha-se a um vale do império. A virtude eterna jamais o abandona. Torna-se como uma criança.

Aquele que conhece a sua luz, mas guarda a sua obscuridade, é o modelo do império. Sendo o modelo do império, a virtude eterna não mais vacila, e ele se torna ilimitado.

Aquele que conhece a glória e permanece no opróbrio torna-se um vale do mundo. Sendo um vale do mundo, a virtude eterna nele brota, e ele atinge a simplicidade original. Foi essa simplicidade que formou todas as coisas. É como uma rocha inteiriça de onde surgem várias formas de vasos de pedra. O sábio nada faz sem simplicidade, ele dirige com nobreza e a ninguém prejudica. Esta é a regra do “retorno à simplicidade original”.

Lao Tsé - Tao Te Ching

2 comentários:

São disse...

Bom e sensato ensinamento.

Agradeceria se fosse até ao "são"

Bom final de semana

RETIRO do ÉDEN disse...

Por onde anda?...essa "simplicidade original"...
Lindo como sempre estes conselhos que deveriamos seguir.
Obga.
Santo Domingo
Mer