terça-feira, 27 de novembro de 2012

Tao Te Ching - Livro do Caminho e da Virtude

Capítulo 33

Quem conhece os homens é inteligente
Quem conhece a si mesmo é iluminado
Vencer os homens é ter força
Quem vence a si mesmo é forte
Quem sabe contentar-se é rico
Agir fortemente é ter vontade
Quem não perde a sua residência, perdura
Quem morre mas não perece, eterniza-se
Lao Tsé

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

PAZ



A paz é preenchida com pensamentos, sentimentos e desejos puros. Quando a energia dos pensamentos, das palavras e das acções está em equilíbrio, sentimo-nos em paz connosco, com os nossos relacionamentos e com o Mundo.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Cultive o seu poder interno.




Fique em silêncio, cultive o seu próprio poder interno.
Respeite a vida de tudo o que existe no mundo.
Não force, manipule ou controle o próximo.
Converta-se no seu próprio Mestre e
deixe os demais serem o que têm a capacidade de ser.

domingo, 4 de novembro de 2012

T' ai Chi Taoista





Diferenças no movimento de T’ai Chi taoista

Os movimentos foram deliberadamente desenvolvidos com a intenção de maximizar os benefícios para a saúde de forma que muitas vezes contraria os objetivos e as estratégias de formação para autodefesa.
O único critério aceito para medir a qualidade pelo mestre é saber se os movimentos proporcionaram melhoria da saúde ou não.
Por exemplo, no T’ai Chi taoista membros são alongados até o máximo de amplitude de movimento, trazendo um alongamento dos tendões e ligamento ao redor do corpo percebe-se beneficio para a saúde. Em estilos Yang e Wu o trecho acima seria considerado um tremendo erro, deixa aqueles que os praticam em uma posição vulnerável contra um rival.
Outro exemplo é a ênfase dada e ficar sentado, o que ajuda a desenvolver equilíbrio e força nas pernas, e ajuda o aluno a realizar um estiramento nas vértebras lombares, tendões e ligamentos da pélvis.
Esta "mudança das alturas" é desencorajada nos estilos Yang, Wu,Chen,Zhao,Fa Shui e demais e estilos, porque dá ao praticante a possibilidade de perder equilíbrio. Outros exemplos abundam das diferenças, que são administrados, por exemplo, pela intenção de atacar. O T’ai Chi Chuan com objetivo para a saúde em desenvolvimento enfoca o efeito terapêutico, e não como uma concorrência ou como uma arte marcial (arte de guerra).

- O T’ai Chi Taoista não é como uma técnica de arte marcial com um espírito competitivo, mas como uma forma de cultivar a saúde e se desenvolver como pessoa.
- É preciso trabalhar para melhorar a sua própria saúde e para compreender os aspectos subtis do T’ai Chi taoista antes de tentar usá-lo para ajudar os outros.
Diligentemente praticar T’ai Chi Taoista cultiva o corpo e a mente, restauração e manutenção da saúde. Trabalhamos para sensibilizar e melhor compreensão destes benefícios para promover o desenvolvimento físico, mental e espiritual da saúde do indivíduo na sociedade.